Microsoft Cloud Roadshow, dia 2

Segundo dia de evento. O tom foi de lançamentos, alguns ainda em desenvolvimento, alguns com versões preview liberadas, mas tudo na eminência de entrar em produção. Portanto, com tanta novidade é bom começar a se preparar e montar um backlog para se atualizar rapidamente. Automação de infra, ou infra por código, se você é um IT Pro, vai ser o mínimo. Usar containers ou um servidor mais leve, modular, como o Windows Nano Server, vai tornar realidade o tão sonhado provisionamento de infra just in time. IoT já não é mais uma palavra de makers, é tecnologia para empresas, e o Azure está envolvido. Big Data com Cortana? Já é realidade em algumas empresas.

Continue lendo.

Continue lendo “Microsoft Cloud Roadshow, dia 2”

Microsoft Cloud Roadshow, dia 1

Ontem, 19 de Janeiro, participei do Microsoft Cloud Roadshow. Foi o primeiro dia de um evento que irá contar com 90 palestras de especialistas internacionais da Microsoft e brasileiros, como Giovanni Bassi, Unleash .NET 2015 in your apps, e Fabricio Lopez Sanchez, Build leaner, faster web applications with ASP.NET. Os temas são os mais variados indo de segurança, Open Source, armazenamento, containers, DevOps, networking, até Internet das Coisas. O Brasil é o único país da América Latina a receber o evento que irá percorrer 12 cidades no mundo.

Continue lendo “Microsoft Cloud Roadshow, dia 1”

A internet nas coisas

Conhecida pela sigla de IoT (Internet of Things), eu gosto de usar a expressão em português Internet NAS coisas, por que não é sobre uma outra internet e sim a nossa internet de sempre, mas disponível nas coisas, e coisas quer dizer QUALQUER coisa. Não podemos confundir com automação simples, por exemplo, portão automático, fechadura com leitor de digital, ligar ar condicionado a distância, e por aí vai; por que isso já existe com o conceito de automação predial ou residencial (domótica), até mesmo automação industrial; essas três estão bem desenvolvidas nos tempos atuais. A extrapolação disso é coisa ser uma vaca por exemplo! Quando ouvi esse exemplo em uma palestra do Marlon Luz no Microsoft Insights ano passado achei muito interessante.

Continue lendo “A internet nas coisas”

HOL do TFS – Code Analysis

Este hands-on lab é sobre a ferramenta Code Analysis, disponível a partir da versão Professional, e com um set reduzido de regras na versão Express do Visual Studio.Net.

Ela ajuda o desenvolvedor a identificar pontos de melhoria de design, globalização, interoperabilidade, performance, segurança, entre outras categorias… e personalização!

Além do uso stand-alone, pode ser utilizada na automação de build com o TFS, veremos no futuro como fazer isso.

Espero que gostem.