Notificação no VSTS ou TFS por e-mail? Não… Notifique pelo Slack! (Integration)

É fato, recebemos muito e-mail no trabalho, além dos pessoais; porém muitas vezes esse e-mails ou não importam ou são tantos sobre algo que não é importante que acabamos por ignorá-los.

Com notificações do VSTS ou do TFS não seria diferente. Mesmo assinando somente notificações relevantes acabamos por mandar o e-mail notificando algum acontecimento para alguma pasta de “Notificações”, arquivando e nem olhando o que aconteceu. O que seria algo interessante e totalmente aderente as práticas de comunicação ou mesmo transparência de agilidade ou cultura DevOps, acaba por se transformar em um transtorno.

Mas se o seu time usa uma ferramenta de colaboração por chat, o Slack, por exemplo, é possível enviar várias notificações adicionando apenas uma extenção.

Continue lendo “Notificação no VSTS ou TFS por e-mail? Não… Notifique pelo Slack! (Integration)”

TSC… Team Foundation Server Security as a Code

Se você é administrador do TFS ou do VSTS, já deve ter adicionado novos usuários no TFS, dado permissão, teve que controlar o que grupos podem acessar, etc…

É uma tarefa bem tediosa, dependendo da cultura da organização que está trabalhando. Se ela for mais liberal, o controle será menos rígido, mas, se ela for menos permissiva, ou até mesmo se tiver que seguir regras rígidas, por exemplo, de Governança para empresas listadas na bolsa de valores; daí o processo vai ser mais complexo…

É aí que entra o TSC! E como isso pode acontecer, é o que vou explicar abaixo!

Ah! Apesar do nome, vale para VSTS também. 😀

Continue lendo “TSC… Team Foundation Server Security as a Code”

Sou um profissional DevOps… você é mesmo?!

Ontem li um texto em que o autor dizia ter se descoberto um profissional DevOps após participar de um evento, sobre DevOps, e comenta que as palestras foram sobre Jenkins, Git, Docker, CI, … Que ele já trabalha há alguns anos com algumas dessas ferramentas e em seguida discorre sobre todas as outras que já usou desde Vangrant, Puppet, Git… até linguagens, SO’s, servidores de aplicação, etc… etc…

Seria ele então um profissional DevOps?

Continue lendo “Sou um profissional DevOps… você é mesmo?!”

Administrador do TFS / VSTS use o console e Powershell

Em posts anteriores, reforço que um administrador de um servidor, de rede, e também do TFS / VSTS, deve saber usar o console, deve saber usar Powershell, na stack Microsoft, e futuramento no Linux, mas neste último existe a opção do bash também.

Porém isso é uma prática rara para quem trabalha com a plataforma Microsoft. Vamos começar a mudar esse paradigma, para isso vamos ver como podemos começar fazer uso do console e Powershell.

Continue lendo “Administrador do TFS / VSTS use o console e Powershell”

Administrando usuários, grupos e permissões no console com TFSSecurity

Um bom administrador de um serviço hoje em TI usa console! A UI é importante, funciona para pequenas coisas, mas quando se precisa de automação, ou executar lotes de alterações, nada melhor que o bom e velho console.

No TFS/VSTS não é diferente, a Microsoft por anos focou na UI, porém cada vez mais dá destaque as ferramentas de console, sua linguagem de script Powershell, etc…

Quando precisamos fazer grandes alterações na estrutura de permissionamento do TFS/VSTS, usar a ferramenta TFSSecurity não é uma opção. Ela server tanto para fazer uma pequena alteração, grades, por exemplo, durante realocações de equipes, mudanças na política de acesso da empresa, ou quando como consultor vamos arrumar uma instalação que infelizmente ficou bagunçada com o tempo.

Continue lendo “Administrando usuários, grupos e permissões no console com TFSSecurity”

Microsoft Cloud Roadshow, dia 2

Segundo dia de evento. O tom foi de lançamentos, alguns ainda em desenvolvimento, alguns com versões preview liberadas, mas tudo na eminência de entrar em produção. Portanto, com tanta novidade é bom começar a se preparar e montar um backlog para se atualizar rapidamente. Automação de infra, ou infra por código, se você é um IT Pro, vai ser o mínimo. Usar containers ou um servidor mais leve, modular, como o Windows Nano Server, vai tornar realidade o tão sonhado provisionamento de infra just in time. IoT já não é mais uma palavra de makers, é tecnologia para empresas, e o Azure está envolvido. Big Data com Cortana? Já é realidade em algumas empresas.

Continue lendo.

Continue lendo “Microsoft Cloud Roadshow, dia 2”